Como as auditorias podem garantir a segurança da TI? Saiba tudo!

Postado em  janeiro 5, 2022

A auditoria de segurança de TI é uma estratégia para prevenir brechas e incidentes na infraestrutura de uma empresa. O processo também funciona para aplicações, serviços, acessos e demais funções, tornando as operações mais robustas ao ampliar a proteção de dados e ativos.

É fundamental que as organizações realizem auditorias de rotina para aperfeiçoar seus softwares e suas atividades de manipulação de informações. A operação realiza uma série de ações, como análise de configurações de sistemas operacionais, compartilhamentos de redes, histórico de acessos, entre outras.

Neste artigo, você vai entender a importância e as maiores vantagens de realizar a auditoria com regularidade para manter a segurança de TI da empresa. Confira!

Qual a diferença entre auditoria de segurança e avaliação de risco?

A auditoria de segurança da TI é um procedimento que contribui para identificar pontos fracos e vulnerabilidades na infraestrutura desse setor na sua empresa. O objetivo da prática, portanto, é averiguar de maneira precisa os processos tecnológicos, avaliando possíveis falhas de segurança.

Ao realizar auditorias regulares, a corporação garante as regulações de compliance em hardwares, softwares, serviços, redes e data centers. Uma auditoria completa pode ajudar, por exemplo, a manter as leis de segurança de dados. Hoje, diversas regulamentações nacionais e internacionais, como a LGPD e a GDPR, exigem auditorias de segurança de TI.

A avaliação de risco, por outro lado, consiste no levantamento de informações sobre os processos de TI, de modo a aperfeiçoar a governança de ativos de TI diante de vulnerabilidades que podem ser encontradas na infraestrutura. Já a auditoria consegue corrigir as brechas a tempo, mantendo hackers e malwares afastados.

A avaliação de risco é geralmente realizada no início de uma iniciativa de TI, antes da elaboração das ferramentas e tecnologias a serem implementadas. A auditoria de segurança, por sua vez, é feita em um sistema já existente para testar e avaliar a segurança dos softwares e das operações atuais. Portanto, o que as diferencia são, justamente, o cronograma e o escopo.

Todas as empresas, independentemente do porte, devem realizar auditorias de segurança de TI de rotina para manter a integridade e a proteção de seus dados. É essencial que o procedimento seja feito com frequência e de forma regular. Os gestores do setor podem definir quando executar a auditoria, se mensal, trimestral ou semestralmente.

A primeira auditoria de segurança de TI deve ser utilizada como base para todas as auditorias futuras, pois assim a empresa consegue medir o sucesso do procedimento e as falhas ao longo do tempo. Essa é uma das únicas maneiras de avaliar verdadeiramente o desempenho da estratégia.

Quais vantagens a auditoria de segurança em TI pode proporcionar?

Um dos mais relevantes benefícios de contratar uma auditoria de segurança em TI é reduzir custos, falhas e erros no sistema. Além disso, o procedimento ajuda a entender quais são os pontos de vulnerabilidade e se há a possibilidade de ocorrer vazamentos de dados.

Após o trabalho, a empresa avalia se é necessário aperfeiçoar sua infraestrutura de TI e quais são os recursos exigidos para a tarefa. Com esse setor negligenciado dentro da companhia, as chances de sofrer problemas judiciais e descumprir a legislação aumentam.

A partir da análise da auditoria, a organização também pode elaborar diretrizes firmes e transparentes para direcionar todos os processos internos relacionados à TI. Com isso, é possível melhorar significativamente a comunicação interna, uma vez que os colaboradores passam a atuar de acordo com as regras e as normas estabelecidas.

Além do mais, qualquer empresa que deseja competir e sobreviver na era da informação precisa investir em segurança de TI para garantir disponibilidade, integridade e confidencialidade dos dados. Com o aumento das ameaças internas e externas, a auditoria se faz extremamente necessária nesse cenário.

Outra função essencial da auditoria é que o procedimento assegura a identificação precisa do que deve ser aperfeiçoado, permitindo uma governança de TI de ponta. Desse modo, a equipe de TI pode atuar por meio da compreensão dos controles, riscos e valores da infraestrutura tecnológica.

Assim, caso a companhia esteja passando por problemas para manter seus dados seguros, por exemplo, a auditoria auxilia justamente a adotar um sistema adaptado, de acordo com as atuais necessidades e exigências do negócio. Isso oferece a oportunidade de reforçar e levar melhorias imediatas à segurança da informação na empresa.

Quais são os principais passos da auditoria de segurança da TI?

O processo de auditoria de segurança da TI consiste em algumas etapas, como definição de objetivos, planejamento, condução do trabalho, levantamento dos resultados e tomada de ações necessárias. Esses são os principais passos que devem ser seguidos para garantir melhores práticas e um processo eficiente.

Em geral, uma auditoria de compliance é realizada por um auditor de segurança certificado. No entanto, há casos em que a empresa pode contratar colaboradores específicos para performar a auditoria interna, permitindo que a organização analise se as regulações de compliance estão sendo atendidas.

Acompanhe a seguir e veja mais sobre cada uma das etapas do processo de auditoria em segurança de TI.

Definição de objetivos

A primeira medida é definir os objetivos para conduzir a auditoria de maneira alinhada com as necessidades do negócio. A equipe responsável deve ser formada por uma ou mais pessoas, a depender do tamanho do setor de TI. Os colaboradores realizarão desde o processo inicial até a criação do relatório de auditoria.

Nessa etapa, a gestão corporativa deve questionar, por exemplo, quais sistemas e serviços serão testados e avaliados, quais são os riscos envolvidos e se a auditoria tem o objetivo de provar a conformidade de uma regulação específica. Para isso, os objetivos devem ser traçados desde o início do procedimento para que a equipe atue sempre em prol das demandas da organização.

Construção e planejamento do cronograma

Após a definição dos objetivos, chega o momento de construir e planejar o cronograma da auditoria de segurança de TI. Um planejamento bem elaborado e organizado é imprescindível para o sucesso do processo. Assim, a equipe responsável deve escolher uma metodologia adequada, identificar e relatar as ferramentas que serão utilizadas, bem como estipular os problemas que podem surgir na execução.

Ao decidir todos os detalhes, os colaboradores ainda precisam documentar e apresentar o plano para os gestores. Com isso, todos os envolvidos têm um entendimento comum do procedimento, antes mesmo de a auditoria começar. Essa etapa também é essencial para atuar conforme as normas e regras vigentes, previamente estabelecidas pelo empreendimento.

Condução do trabalho

Com o planejamento definido, é hora de conduzir o trabalho de auditoria. Para isso, a equipe deve testar e executar os recursos com o intuito de avaliar a segurança da rede, dos servidores de bancos de dados, além de inspecionar o data center, seu funcionamento, entre outras configurações de sistema.

Durante o processo, é interessante ainda analisar a infraestrutura física da empresa, justamente para checar a resiliência do ambiente em relação a incêndios, inundações, panes elétricas e recuperação de desastres. Qualquer possibilidade de danos à infraestrutura de TI deve ser corrigida o quanto antes para impedir que a organização tenha consequências mais sérias.

Levantamento dos resultados

Finalizado o trabalho de execução da auditoria, é igualmente necessário criar um relatório com tudo o que foi detectado. Todas as informações devem ser compiladas em um documento formal para ser entregue aos responsáveis e aos gestores corporativos. O relatório deve conter uma lista dos riscos e das vulnerabilidades detectadas nos sistemas.

Da mesma forma, é interessante abordar quais são as ações necessárias para corrigir os erros e os riscos. Isso também é fundamental para criar um plano estratégico de curto, médio e longo prazo, visando a melhorias na infraestrutura e na segurança de TI da empresa, começando sempre por listar as demandas mais urgentes.

Tomada de ações

Por fim, a equipe responsável pela auditoria precisa listar quais são as ações favoráveis para ampliar a segurança no sistema de TI. As soluções são elaboradas de acordo com o cenário encontrado.

É importante, por exemplo, instalar programas adequados e com licenciamento correto, criar ou revisar a política de governança, desenvolver novas ações internas, entre outras ações. Ainda pode ser necessário adquirir novas tecnologias para fortalecer a infraestrutura de TI existente e monitorar regularmente os riscos de segurança.

Todas as tarefas são esboçadas na etapa de levantamento do relatório. Assim, antes de executarem qualquer estratégia, os colaboradores precisam da autorização da gestão corporativa para atuarem de acordo com as normas de compliance.

O que fazer para a auditoria de segurança ser bem-sucedida?

Para garantir uma auditoria em segurança de TI bem-sucedida, é essencial seguir algumas práticas que tornam o trabalho mais efetivo e eficiente. Os objetivos devem estar definidos de forma clara para a equipe, sempre destacando as tarefas críticas e urgentes, o que vai impedir que se perca tempo e recursos em problemas irrelevantes.

Da mesma forma, os gestores devem autorizar toda e qualquer ação, tendo como base o resultado da auditoria. Nesse sentido, os colaboradores responsáveis devem demonstrar aos líderes quais são as deficiências e as medidas corretivas necessárias para manter o bom funcionamento da infraestrutura de TI.

Realizar auditorias periódicas e contar com empresas especializadas no assunto, por exemplo, também são medidas essenciais para garantir uma auditoria de qualidade. Isso porque esse tipo de serviço realiza o levantamento de todos os riscos relacionados à execução das tarefas, avaliando quais são as soluções mais adequadas e se as condições do sistema estão, de fato, funcionando corretamente.

Se o objetivo da gestão é ter uma visão ampla da infraestrutura de TI, é necessário contratar uma empresa para realizar todo o procedimento. Contar com profissionais externos para essa atividade também aumenta as chances de ter uma auditoria de qualidade, até porque a equipe interna pode não ter tempo, conhecimento e recursos suficientes para realizá-la.

Outro cuidado importante para uma auditoria em segurança de TI bem-sucedida é utilizar os resultados para gerar melhorias na área de tecnologia do negócio. Até porque o empreendimento deve atuar sempre em conformidade com as leis de compliance para garantir confiabilidade e proteção integral de seus dados, dos clientes e dos fornecedores.

Com soluções especializadas, a empresa pode avaliar a conformidade com as regulações de dados, mantendo a estrutura operacional pronta para situações de ataques cibernéticos. É preciso ter em mente que a auditoria em segurança de TI só é realmente efetiva quando é conduzida de forma adequada e regular.

Já conhece a auditoria feita pelo OneShare?

O OneShare é um gerenciador de arquivos na nuvem que permite o compartilhamento e a centralização de todos os documentos da organização. A solução oferece um portal corporativo que realiza todas as atividades de gestão da sua empresa.

A plataforma também realiza auditorias internas completas, realizando o controle de acesso de cada usuário. Os principais benefícios do OneShare são a praticidade e a adequação às regras de compliance, já que o gerenciador atende às necessidades dos gestores e das áreas operacionais das organizações.

Os empreendimentos podem optar por planos personalizados, possibilitando a integração de colaboradores, clientes, parceiros e de toda a rede de relacionamento da empresa. A ferramenta do OneShare atua justamente para atender às atuais normas e regulações de compliance, trazendo mais facilidade, organização e eficiência para os negócios de diferentes segmentos.

Contar com especialistas em auditoria de segurança da informação vai fazer toda a diferença nos procedimentos internos da sua organização. Portanto, não hesite em conhecer mais sobre os serviços e soluções de ponta oferecidos pelo OneShare. O nosso maior objetivo é tornar a rotina empresarial mais simples e focada em tarefas urgentes.

Tendo em vista as inúmeras demandas que a transformação digital trouxe para as companhias, é importante manter a equipe de colaboradores atenta e pronta para encarar desafios. Com a ajuda de profissionais especializados em auditoria, a segurança de TI da sua empresa se tornará robusta e terá menos chances de sofrer com riscos, ameaças e vulnerabilidades.

O OneShare é a empresa que mais se destaca em serviços de compartilhamento online. Nossas soluções fornecem auditoria completa para empreendimentos que precisam garantir conformidade e uma política de governança robusta e sem falhas. Entre em contato agora mesmo com os nossos consultores e conheça de perto todos os nossos serviços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.